2 de abr de 2010

A CONCESSÃO.

Concedo a ti ó companheira, não por mim escolhida, mas por meu coração eleita;
Meu bem mais precioso, minha vida;
Dedico a ti meus dias, horas, minutos, enfim, meu ser;
Sim, pois esta, a vida, só tem valor quando guiada pelo amor.
Palavra tão decantada nos quatro cantos do mundo, mas que nenhum idioma consegue exprimir sua força e poder na humanidade;
Sentimento que gera tantos outros capazes de mover o mundo;
É bem verdade que não necessariamente de forma equânime;
Por vezes pendente para o bem outras tantas para o mal.
Mas é certo que gera a energia quântica mantenedora do equilíbrio necessário ao planeta.
Mutila-me a alma só em pairar pela minha mente a vã possibilidade de não te ter ao meu lado.
Apoiando, orientando, explicando, implicando, resmungando, sendo enfim a parceira de todas as horas.
Não consigo conceber a plenitude do meu ser como realmente sou, sem seu apoio, idéias e conforto após os embates que a vida impõe.
Obrigado por se permitir coordenar e guiar minha vida pelos campos da felicidade.

ESTEVES – CEL PM RR

2 comentários:

Otacílio disse...

Sem comentários para as belas palavras. Infelizmente, nós, tropa, só temos a lamentar essa perda significativa e precoce, mais onde quer que o Senhor esteja, serás sempre uma fonte de inspiração para muitos, e que o Sr. nos acompanhe por muitos anos.
Desde que o conheci (posso assegurar que foi a melhor coisa que me aconteceu nessa polícia), confesso que o tenho como espelho, então, deixarei um verso de um samba da antiga, do saudoso João Nogueira: "... e o meu medo maior é o espelho se quebrar..."
Fique com DEUS

Anônimo disse...

Coronel a cada dia que passa, vendo as mazelas de nossa Instituição, Comandandes descompromissados com a missão que lhes foram dada; a saudade de um LIDER, CHEFE E COMANDANTE como Senhor cresce a cada dia.
Um grande ABRAÇO.
Que DEUS continue abençoando o Senhor, para nos enriquecermos com suas palavras amiga.

Ass: SGT MEIRELES