18 de nov de 2007

LEI DA MORDAÇA

LEI DA MORDAÇA

Dizem as más línguas, que no Brasil da nova república, os direitos dos cidadãos estão assegurados por nossa magna carta.
Dizem ainda que ficou no passado, junto com a ditadura, a censura individual, ou seja, que qualquer um no pleno exercício de sua cidadania poderia falar desde que sua fala não redundasse numa calunia, difamação ou ofensa pessoal a outrem, quando seria pela justiça responsabilizado.
Ora, ora, não é bem assim, pelo menos no que diz respeito ao policial-militar, pois este não pode falar, mesmo sendo cidadão brasileiro, com titulo de eleitor em dia com exercício de sua cidadania, com suas obrigações para com o Estado cumpridas e com seus impostos pagos.
Bem os senhores diriam: “Mais por força dos regulamentos militares está correto, não lhes é permitido falar, para isso existem pessoas destinadas a falar por suas corporações”.
Então eu lhes pergunto: “E quando a fala retrata um sentimento pessoal que em nada tem haver com a instituição a que serve, ou quando sua fala resulta de um direito inalienável que é o de prover o seu sustento e de sua família, ou ainda, quando sua fala não se produz por oratórias partidárias mas por necessidade fisiológica de se alimentar e aos seus?”
É correto exigir que se cale?
Se não por que então as pressões para que policiais-militares como o Cel Paúl e outros se calem diante das injustiças infligidas aos integrantes desta bi-secular corporação através dos anos.
Sim, pois o Cel Paul e outros encontraram um verdadeiro e real espaço democrático onde sem ofensas, difamações ou calúnias contra ninguém, conseguem externar suas opiniões e descortinar algumas verdades ocultadas da população fluminense, cliente maior das ações desta Policia Militar famélica.
Aos policiais-militares “bloggeiros” meus respeitos augurando que suas vozes não se calem, mas que também não se percam ante o lume da vaidade, de modo a que jamais partam para ofensas, continuando a usar esse meio democrático de forma a revelar tudo aquilo que a nossa sociedade precisa saber a respeito da sua Policia.

CEL ESTEVES - BARBONO

Nenhum comentário: